FANDOM


Aslan
Aslam (ou Aslan, em inglês) é um leão falante do mundo de Nárnia, e é considerado a autoridade máxima entre os habitantes do país de Nárnia com os títulos de filho do Imperador de Além-mar e o Grande Leão. É relatado que Aslam é o criador e o destruidor do mundo de Nárnia.

Dentro da série de livros desempenha um papel central por ser o único personagem presente em todos os livros. Aslam é retratado como um salvador de Nárnia vindo em resgate do país e de seus habitantes quando se encontram ameaçados, usando não apenas a sua autoridade e sabedoria mas também seus poderes de criador. Apesar de poderoso também é amoroso a ponto de crianças se aproximarem dele sem medo.

Aslam é uma palavra que provém do persa e significa leão. Lewis buscou inspiração para este nome durante uma visita ao Império Otomano, atual Turquia, quando observou a guarda do sultão que tinha este mesmo nome.

HistóriaEditar

Rugido de Aslan
O Aslam participa de todas as histórias da série de livros, em algumas como personagem central, em outras como personagem secundário. É extremamente poderoso, fazendo com que seus inimigos fiquem aterrorizados com sua majestade.

Apesar de que nenhuma criatura esteja em condções de enfrentá-lo, a única pessoa que Aslam e Nárnia tiverem como um grande obstáculo foi Jadis, a Feiticeira Branca, que chegou ao ponto de matar Aslam na Mesa de Pedra. Mas foi morta na Guerra do Beruna, por Aslam logo após de sua ressureição.

O Sobrinho do MagoEditar

Em O Sobrinho do Mago Aslam mostra que é tão poderoso que é o criador do mundo de Nárnia e de tantos outros. Digory Kirke, Polly Plummer, Tio André e a Feiticeira Branca o encontram bem no momento em que passeava por Nárnia criando todas as coisas deste mundo através de sua canção. A Feiticeira Branca conhece seu opositor, que iria combater anos mais tarde.

O Leão, a Feiticeira e o Guarda-RoupaEditar

Em O Leão, a Feiticeira e o Guarda-Roupa Aslam aparece pela primeira vez aos leitores vindo salvar Nárnia do reinado de cem anos da Feiticeira Branca que decretou um inverno que congelou todo o país. Aslam ajuda a libertar Edmundo da Feiticeira e se oferece para morrer em seu lugar para acalmar a Magia Profunda de Nárnia, mesmo sendo humilhado por sua inimiga. A Feiticeira Branca pensou que com isso teria se livrado de Aslam, mas a própria Magia Profunda devolveu a vida para ele e assim pode vencê-la.

O Cavalo e seu MeninoEditar

Na história "O Cavalo e seu Menino" Aslam aparece em segundo plano mas sempre em prol dos personagens Shasta e Aravis durante a jornada deles fugindo da Calormânia. Aslam revela que estava ao lado de Shasta quando ele foi abandonado ainda bebê, quando estava passando ao lado de um abismo e tantas outras situações de perigo que enfrentou.

Príncipe CaspianEditar

Em Príncipe Caspian Aslam se revela inicialmente apenas para Lúcia durante a volta dos irmãos Pevensie até Nárnia. Aos demais ele estava invisível e Lúcia precisava convencer a todos de que Aslam estava no meio deles. Por final ajuda príncipe Caspian e os irmãos Pevensie a derrotar os telmarinos que conquistaram o país de Nárnia e abre uma porta no ar para que estes retornem ao lugar de onde vieram.

A Viagem do Peregrino da AlvoradaEditar

Na Viagem do Peregrino da Alvorada aparece várias vezes em várias ilhas por onde o navio leva Caspian X na sua busca pelos sete fidalgos. Na ilha em que Eustáquio acaba sendo transformado em um dragão ele o ajuda a se libertar desta magia arrancando as escamas e dando-lhe um banho. Aslam também aparece inicialmente como um cordeiro no fim do mundo de Nárnia e leva as crianças de volta ao nosso mundo.

A Cadeira de PrataEditar

Em A Cadeira de Prata Aslam aparece apenas uma vez logo no início da história, salvando Eustáquio de cair num precipício. Depois de chamar a atenção de Jill Pole, revela para ela o que precisa fazer para que possa ajudar a encontrar o príncipe Rilian que está perdido, pedindo para que ela repita estes sinais várias vezes para que se lembre bem deles. Então sopra Jill para Nárnia assim como fez com Eustáquio. Porém Jill acaba quase esquecendo os sinais e perde o momento para vários deles.

A Última BatalhaEditar

Aslam faz sua última aparição na Última Batalha quando decreta o fim de Nárnia e mostra seu poder para também destruir e julgar os mundos que cria. O burro Confuso se passa por Aslam vestindo uma pele de leão encontrada pelo seu colega que o usa para enganar todo o país. O verdadeiro Aslam aparece apenas para decretar o fim e para julgar quais criaturas levaria para a Verdadeira Nárnia. As criaturas escolhidas, que incluem o calormano Emeth, são guiadas para um lugar muito alto indicado por Aslam onde podem encontrar pessoas e criaturas de todas as épocas citadas ao longo de todos os livros.

ExércitoEditar

Embora Aslam tenha criado todas as criaturas narnianas, a minoria serve à ele pela descrença. Uma prova disto, é em O Leão, a Feiticeira e o Guarda-Roupa, na Guerra do Passo do Beruna em que é citado que o exército da Feiticeira Branca era maior do que do próprio Aslam.

Em geral ele é composto por centauros, faunos, leopardos, grifos, fênix, ornitorrincos, cães, ursos, texugos, castores, ratos, cavalos alados, anões vermelhos, gigantes, árvores, tigres, minotauros, etc.

Temáticas CristãsEditar

Aslam é um leão respeitado em Nárnia, que faz um papel semelhante ao de Jesus Cristo em todas as histórias nas quais aparece. Refere-se a Aslam também como filho do Imperador de Além-mar, este que faria o papel de Deus, reforçando o papel de Aslam como Cristo. O autor diz que Aslam é uma visão alternativa de Cristo e mostra que esta seria supostamente uma forma que Jesus assumiria se fosse até um país fantástico como Nárnia. Por isso quase sempre o que Aslam faz ou diz ao longo das histórias possui paralelos cristãos.

No entanto, apesar de o próprio C.S. Lewis reforçar que Aslam não deve ser tratado como uma alegoria para Jesus, é uma coincidência admirável que Cristo seja recorrentemente chamado na Bíblia de "o leão de Judá". Em um livro ele diz que tem mais de 8 nomes, e que as crianças tinham que aprender como ele chamava-se na Terra.

O Sobrinho do MagoEditar

Uma interpretação cristã desta história leva a Criação relatada na Bíblia no livro de Gênesis. Aslam cria o mundo assim como Deus teria procedido.

O Leão, A Feiticeira e o Guarda-RoupaEditar

Sob a interpretação do ponto de vista cristão este episódio remete ao sacrifício de Jesus Cristo na cruz do Calvário, quando Jesus teria dado sua própria vida em troca do perdão dos que o aceitem. Aslam também se sacrificou pelo perdão de Edmundo, e assim como Jesus ressucitou, também voltou a vida depois do sacrifício. Há também referência de quando Aslam ressuscitou, o fato de Lúcia e Susana representarem Maria e Maria Madalena.

O Cavalo e seu MeninoEditar

Sob o ponto de vista cristão esta história pode ser comparada com a história de Moisés. Também remete ao cuidado que Deus tem com todas as pessoas mesmo quando ninguém percebe, assim como Aslam cuidou de Shasta ainda bebê sem que ele percebesse.

Príncipe CaspianEditar

Sob a interpretação do ponto de vista cristão os acontecimentos sugerem uma comparação com a fé em um Deus invisível, visto apenas pelos de coração mais puro como as crianças menores o que era o caso de Lúcia, a caçula dos Pevensie.

A Viagem do Peregrino da AlvoradaEditar

Sob a interpretação do ponto de vista cristão o banho que Eustáquio teve que tomar para tirar a pele de dragão lembra o batismo. Inicialmente Eustáquio virou um dragão para observar o quanto era mal, percepção que leva as pessoas a se arrependerem e procurarem o batismo. Em seguida toma um banho para conseguir se livrar da pele de dragão o que simboliza a transformação que ocorre após a conversão, mas Eustáquio só remove as escamas com a ajuda de Aslam. Nesta sutileza o autor traz a idéia de que só é possível conseguir a transformação do caráter com a ajuda de Deus.

A Cadeira de PrataEditar

Sob a interpretação do ponto de vista cristão o que Aslam fez foi comparável ao trabalho de discipulado. Pediu que Jill decorasse tudo aquilo que a ajudaria assim como os que se convertem precisam aprender tudo o que a Bíblia traz para ajudar na vida cristã e relembrar tudo constantemente. Só assim os que se convertem podem permanecer na fé.

A Última BatalhaEditar

A interpretação cristã desta história nos remete ao juízo final quando Deus, de modo semelhante a Aslam, irá trazer todas as pessoas para serem julgadas diante dele. O lugar que Aslam leva os escolhidos nos remete ao conceito cristão de Paraíso e salvação que é tao esperado os dias de hoje

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória